Confira fundos com rendimento positivo

A maioria dos fundos de ações ficou com o rendimento negativo no mês passado em razão da queda de 8,19% do Ibovespa. Alguns fundos de ações, no entanto, apresentaram rendimento positivo no mês e estão com um bom desempenho também em períodos mais longos, segundo dados da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid). A maioria é de fundos de gestão ativa em que os administradores conseguem antecipar os acontecimentos e mudar de posição no momento mais adequado para o investimento.Esse é o caso, por exemplo, do fundo Compacta CL, da Corretora Compacta, com ganho de 4,41% no mês passado e de 113,56% nos últimos 12 meses. O administrador desse fundo, Márcio Veiga, explica que para obter o bom desempenho do mês passado, além de estar protegido no índice futuro de ações, saiu da bolsa no momento certo, antes da queda. Ele acrescenta que, para administrar bem o fundo, tem necessidade de estar atento a uma série de variáveis do cenário nacional e internacional que podem influenciar a cotação dos papéis.RentabilidadeO Atrium FIA, com rendimento de 2,15% no mês passado e 214,15% nos últimos 12 meses, e o Atrium AI, ganho de 4,72% e 80,32% pela ordem, são dois fundos que continuam entre os mais rentáveis. O diretor da Atrium Corretora, Marco Antônio Fiori, explica que o segredo do bom desempenho está no acerto da composição da carteira. O FIA possui apenas ações de terceira linha, que não sofrem com as oscilações do Ibovespa. Já a carteira do Atrium AI é mais diversificada: 70% são papéis de empresas utilizadas em leilões para financiamento da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), nos programas Finam e Finor, e 30% em empresas da Bolsa de Valores de São Paulo e Sociedade Operadora de Mercado de Ativos (Soma).O fundo BBM High Yield 1 rendeu 0,23% em setembro e 44,74% nos últimos 12 meses. O gestor de renda variável do BBM, Hegler Horta, explica que a estratégia utilizada para obter um bom rendimento é manter a carteira de ações protegida no índice futuro do Ibovespa.CarteirasO Safic Hedge FIA rendeu 1,75% em setembro e 43,18% nos últimos 12 meses. O diretor da Safic Corretora, Francisco de Assis Lafaiete, diz que a gestão desse fundo é extremamente ágil. E a composição da carteira é bastante diversificada, com ações de bolsa, títulos públicos, derivativos agropecuários. E ainda protegida no mercado futuro do Ibovespa.O fundo Tática Strategy FMIA CL, com ganho de 1,54% em setembro e 8,62% nos últimos 12 meses, obteve o bom rendimento do mês passado porque estava com uma carteira de ações e uma posição vendida (apostando em baixa) em índice futuro sobre essa carteira, explica o diretor da Tática Asset Management, Henry Lowenthal. Ele diz que a estratégia utilizada pela Tática é a aplicação dos recursos em ativos de bolsa aliados a instrumentos derivativos como índice futuro e de opções. "Geralmente, montamos posições de ações com venda de opções ou montamos carteira de ações com venda de índice futuro sobre essa carteira." E acrescenta que no longo prazo, com a queda dos juros, essa é uma ótima estratégia para superar os rendimentos de renda fixa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.