Estadão
Estadão

Aneel reajusta tarifa da conta de luz para o Sul do País; confira

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira reajustes tarifários para 13 concessionárias e permissionárias que atendem a municípios da Região Sul

Anne Warth, O Estado de S. Paulo

23 de junho de 2015 | 16h55

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira reajustes tarifários para 13 concessionárias e permissionárias que atendem a municípios da Região Sul do País. Confira abaixo:

Certel Energia. Para consumidores da Cooperativa de Distribuição de Energia Teutônia (Certel Energia), o reajuste médio será de 38,10% a partir de 26 de junho, sendo 37,05% para alta tensão e 38,74% para a baixa tensão.

Hidropan. Com reajustes mais amenos, a partir de 29 de junho, os consumidores da Hidroelétrica Panambi (Hidropan) terão aumento médio de 0,68%, sendo -0,63% para a alta tensão e 1,76% para a baixa tensão. 

Muxenergia. Para clientes atendidos pela Muxfeldt Marin & Cia (Muxenergia), o efeito médio será de -0,58%, sendo 1,18% para alta tensão e -1,92% para baixa tensão. 

Eletrocar. Já os consumidores atendidos pelas Centrais Elétricas de Carazinho (Eletrocar) terão queda média de 5,53%, sendo -7,9% para alta tensão e -1,86% para baixa tensão. 

Demei. Para os consumidores atendidos pelo Departamento Municipal de Energia de Ijuí (Demei), haverá uma redução média de 5,70% nas tarifas, sendo -2,21% para a alta tensão e -6,41% para a baixa tensão. 

CFLO. Os clientes atendidos pela Companhia Força e Luz do Oeste (CFLO) terão um aumento médio de 16,54% a partir de 29 de junho, sendo 19,02% para a alta tensão e 14,75% para a baixa tensão.

Coprel. A partir de 30 de junho, as tarifas da Coprel Cooperativa de Energia (Coprel) vão subir 27,43% em média, sendo 27,42% para a alta tensão e 27,44% para a baixa tensão. 

Ceral-DIS. Para os consumidores atendidos pela Cooperativa de Distribuição de Energia Elétrica de Arapoti (Ceral-DIS), o aumento médio será de 41,21%, sendo 41,21% para a alta tensão e 41,22% para a baixa tensão. 

Creral. Para os atendidos pela Cooperativa Regional de Eletrificação Rural do Alto Uruguai (Creral), a conta de luz vai subir 20,56%, sendo 20,50% para a alta tensão e 20,61% para a baixa tensão. 

Creluz-D. Já os atendidos pela Cooperativa de Distribuição de Energia (Creluz-D) terão alta média de 24,75%, sendo 24,60% para a alta tensão e 24,79% para a baixa tensão.

Cooperluz. Para os consumidores da Cooperativa Distribuidora de Energia Fronteira Noroeste (Cooperluz), o reajuste médio será de 23,01%, sendo 23,02% para a alta tensão e 23,01% para a baixa tensão.

Cermissões. Os clientes da Cooperativa de Distribuição e Geração de Energia das Missões (Cermissões) terão alta média de 22,39%, sendo 22,36% para a alta tensão e 22,40% para a baixa tensão.

Ceriluz. Para a Cooperativa Regional de Energia e Desenvolvimento Ijuí (Ceriluz), as tarifas devem aumentar 16,59%, sendo 14,71% para a alta tensão e 19,08% para a baixa tensão.

Tudo o que sabemos sobre:
energiaaneel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.