Confirmado acordo para reestruturação da dívida argentina

O acordo entre o governo e as Administradoras de Fundos de Aposentadorias e Pensões (AFJP) da Argentina para a reestruturação da dívida em default (calote) foi confirmado à Agência Estado por uma alta fonte da Casa Rosada.Segundo a fonte, o presidente Néstor Kirchner vai assinar hoje à tarde um "decreto de necessidade e urgência" que define os detalhes da troca dos títulos em default pelos novos bônus que serão emitidos na operação de reestruturação da dívida, a qual será lançada nos mercados dentro de duas semanas.Com esse acordo, o governo argentino lançará sua oferta nos mercados internacionais com 30% de adesão dos credores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.