Conflito no Oriente Médio faz petróleo atingir US$ 77,84

Mais uma vez, o conflito no Oriente Médio foi responsável pela alta história do barril de petróleo. O barril Brent, de referência na Europa, chegou aos US$ 77,84 às 3h32 (de Brasília) - US$ 1,15 acima da cotação no fechamento anterior do Intercontinental Exchange Futures (ICE). Em São Paulo, a Bolsa de Valores, apesar de ter caído 2,42% no pregão da última quinta-feira por conta do conflito, abriu em tendência de alta e, após dez minutos de negócios, seu índice Ibovespa subia 0,77%, para 35.627 pontos. O giro financeiro parcial do pregão era de R$ 44,3 milhões, com 2.972 negócios.No mercado de câmbio, o dólar iniciou os negócios em R$ 2,2150 para a venda, com uma queda de 0,27% frente aos R$ 2,220 do fechamento anterior. Na quinta, a moeda subiu 0,86% ,também por causa dos temores que afetaram todos os mercados internacionais.Apesar da abertura em alta da bolsa e da depreciação do dólar, os analistas prevêem que o mercado financeiro brasileiro seguirá refletindo nesta sexta-feira o temor de que a economia mundial seja afetada pelo aumento da tensão entre Israel e o Líbano. As ações do Ibovespa que mais subiam após 15 minutos de operações eram as preferenciais da NET (1,78%), seguidas pelas do mesmo tipo da Brasil Telecom (1,42%) e da Eletrobras (1,20%).As únicas três entre as 54 ações do Ibovespa que operavam em terreno negativo eram as preferenciais da Contax (1,09%) e as do mesmo tipo da Ipiranga (0,12%) e do Itaubanco (0,06%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.