Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Congresso dos EUA aprova plano de Obama de corte de impostos

Medida faz parte de esforço para criar empregos; endividamento do país deve aumentar

Reuters,

17 de dezembro de 2010 | 07h07

O Congresso dos Estados Unidos deu na noite de quinta-feira aprovação final para o acordo que o presidente Barack Obama e os republicanos fizeram para estender o corte de impostos, em um esforço de criar empregos mesmo elevando o endividamento do país.

Com objeção de muitos democratas do partido de Obama, a Câmara - com 227 votos a favor e 148 contra - aprovou o pacote de US$ 858 bilhões em cortes de tributos e maiores benefícios a desempregados em uma economia em que quase 10% das pessoas estão sem trabalho.

A medida, que tinha sido aprovada pelo Senado na quarta-feira, deve ao menos no curto prazo prover alguma melhora à economia norte-americana, mas também elevará a dívida nacional de US$ 14 trilhões e alguns temem que o endividamento do país esteja se aproximando de níveis perigosos. (Kim Dixon e Thomas Ferraro)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROPACOTEOBAMAAPROVA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.