Conheça outros idiomas que ganham espaço

Além do inglês, os idiomas espanhol, alemão, japonês, francês e italiano também são bastante procurados por pessoas que querem ter um diferencial em seu currículo. Os países onde essas línguas são faladas oferecem muitas oportunidades para estudar e muitas de suas empresas estão presentes no Brasil. Especialmente para quem já domina o inglês, conhecer um desses idiomas pode ser muito vantajoso. Além disso, muitos descendentes de imigrantes interessam-se pelo conhecimento da língua dos seus antepassados. Como as comunidades de italianos, japoneses, espanhóis e alemães são bastante numerosas, a procura por cursos desses idiomas também é grande. O mesmo ocorre com línguas mais raras, mas com colônias importantes no Brasil, como chinês, hebraico, árabe, armênio, russo, entre outros. Veja no link abaixo como aprender línguas menos procuradas.A presença estrangeira cresceu muito nos últimos anosA importância econômica de empresas estrangeiras e do comércio internacional cresceu muito nos últimos anos. Os Estados Unidos continuam sendo os maiores investidores estrangeiros do país, mas a Espanha respondeu, no ano passado, por 21,3% dos investimentos diretos estrangeiros com valor acima de US$ 1 mi, feitos ao longo do ano passado, segundo dados do Banco Central (BC). Só a compra do Banespa pelo espanhol Santander no final do ano passado representou 60% do total de capitais da Espanha que entraram no Brasil em 2000.Ainda segundo dados do BC, a França foi responsável por 8,2% dos investimentos diretos com valor acima de US$ 1 milhão em 2000. A Alemanha, por sua vez, tem, só na Grande São Paulo, mais de 800 empresas, segundo informações do Instituto Goethe. Em declaração à imprensa, o secretário de Finanças da Alemanha, Caio Koch-Weser, que inclusive nasceu no Brasil, afirmou que os dois países têm excelentes relações comerciais. "Os investimentos alemães no País devem aumentar", disse. Há diversas escolas que oferecem cursos de espanhol, alemão, japonês, francês e italiano. No entanto, apenas algumas são reconhecidas pelos países de origem da língua. Veja abaixo quais são as instituições em São Paulo que ensinam os idiomas e são reconhecidas por governos estrangeiros.Aliança Cultural Brasil-JapãoA Aliança Cultural Brasil-Japão oferece cursos de japonês para todos os níveis de conhecimento. O custo do curso regular, por módulo de seis meses, é de R$ 411,20, parcelados em cinco vezes de R$ 82,40. De acordo com a professora e coordenadora do curso, Akiko Watanabe, o principal dificuldade de se aprender o idioma japonês é a utilização da escrita, que é bastante complexa, e a falta de convívio com a língua. Ela afirma, no entanto, o japonês não apresenta a complexidade gramatical do português, por exemplo. Mais informações podem ser obtidas na Internet (veja link abaixo) ou pelos telefones das filiais: 278-9164 / 279-9998 / 279-6630 / 278-0543 / 815-3446.Aliança FrancesaO curso regular de francês para iniciantes custa, por módulo de seis meses, R$ 868,55, divididos em cinco vezes de R$ 173,71. A matrícula custa R$ 97,00 e inclui material didático. Segundo, Pierre Rivron, presidente da Aliança no Brasil, depois de cursar quatro semestres o aluno já consegue falar, ler, escrever, razoavelmente em francês. " O ideal é combinar com cada estágio um período de intercâmbio na França, o que acelera o aprendizado da língua", diz. A Aliança Francesa facilita a realização de estudos na França, para alunos e também para o público em geral. Mais informações podem ser obtidas na Internet (veja link abaixo) ou pelos telefones das filiais: 3771-2562 / 275-5301 / 3815-8422 / 259-0229 / 6915-8427 / 3062-9754/ 3812-8211 / 240-3478.Colégio Miguel de CervantesO Colégio Miguel de Cervantes oferece cursos de espanhol no período noturno e aos sábados. O curso regular custa à vista, por módulo de seis meses, R$ 528,00, dividido em três prestações de R$ 196,00. O espanhol, como língua latina e bastante presente no cotidiano do brasileiro, não apresenta muitas dificuldades em seu aprendizado. Segundo professores, o maior obstáculo é exatamente a semelhança. Mais informações podem ser obtidas na Internet (veja link abaixo) ou pelo telefone 3779-1800. Instituto Goethe O curso regular de alemão no Instituto Goethe custa, por módulo de seis meses, R$ 690,00, dividido em três parcelas de R$ 244,00. Segundo Maria Hessmann, professora do instituto, é necessário cinco anos de estudo para o pleno aprendizado do idioma. Para ela, a maior dificuldade de aprendizado da língua para os brasileiros é a sua estrutura, que tem muitos detalhes. Mais informações podem ser obtidas na Internet (veja link abaixo) ou pelo telefone: 3088-4288ItalianoO Instituto Italiano oferece cursos de italiano para todos os níveis de conhecimento. O custo do curso regular, por módulo de seis meses, é de R$ 640,00. Com o material didático o aluno deve gastar R$ 70,00. Segundo o professor e coordenador do curso, Gabrielle Frigerio, em três anos é possível ter um bom conhecimento da língua. Ele lembra que no próximo sábado começam as aulas de uma nova turma, portanto, quem tiver interesse deve procurar se inscrever antes disso. O Instituto Italiano fica na R. Frei Caneca, 1071 - Cerqueira César. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: 285-6933.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.