ConocoPhillips quer investir na produção de etanol

A petroquímica americana ConocoPhillips está interessada em adquirir usinas de etanol e nas tecnologias que usem matérias-primas alternativas ao milho. "Queremos participar do desenvolvimento do setor. Temos um grande sistema de refino e queremos integrar o etanol", afirmou o chefe-executivo da companhia, James Mulva. Mulva disse que a ConocoPhillips deve investir entre US$ 1 bilhão e US$ 2 bilhões no negócio. Ele ponderou que a empresa têm preferência pelo etanol feito de açúcar ou celulose, em vez de milho, "que puxa o preço dos alimentos". "Estamos olhando novas oportunidades, novas tecnologias", afirmou.O executivo disse que a indústria do petróleo precisa estar intimamente envolvida com leis que visem a controlar o aquecimento global. Ao longo do passado, Mulva apoiou cortes obrigatórios na emissão de gases de efeito estufa e deu início aos investimentos da Conoco na área de energia renovável. A companhia firmou parcerias com a processadora de soja Archer Daniels Midland (ADM) e o frigorífico Tyson Foods. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.