Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Conselheiro de Obama faz alerta para montadoras

Sem um plano para reestruturar, constribuintes têm poucas opções para ajudar indústria

AE-AP, Agencia Estado

23 de novembro de 2008 | 13h22

O conselheiro sênior da Casa Branca de Barack Obama, David Axelrod, fez um alerta para as montadoras norte-americanas: sem um plano para equipar e reestruturar, há pouco que os contribuintes norte-americanos podem fazer para ajudar a indústria.O Congresso norte-americano se recusou na semana passada a elaborar um plano de resgate para as "Três Grandes" de Detroit, a General Motors, a Ford e a Chrysler. Congressistas estão pedindo que os executivos das companhias primeiro expliquem como pretendem se reorganizar e tornar a indústria viável.Para Axelrod, o Congresso está mandando o sinal correto para a indústria. As montadoras pediram por pelo menos US$ 25 bilhões de resgate. Obama demonstrou seu apoio a ajudar as montadoras, mas ressaltou que não apoiaria um "cheque em branco".

Tudo o que sabemos sobre:
crisemontadoraObama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.