Conselho da Nyse rejeita nova oferta da Nasdaq e ICE

Conselho disse que a nova oferta apresentada pela Nasdaq e ICE na terça-feira é "praticamente a mesma" da anterior, que já havia sido rejeitada

Agência Estado,

21 de abril de 2011 | 16h05

O conselho da Nyse Euronext rejeitou nesta quinta-feira,21, uma oferta melhorada de aquisição apresentada pelo Nasdaq OMX Group e pela IntercontinentalExchange Inc (ICE) e expressou apoio ao acordo fechado com a Deutsche Boerse AG.

O conselho disse que a nova oferta apresentada pela Nasdaq e ICE na terça-feira é "praticamente a mesma" da anterior, que já havia sido rejeitada. "Consequentemente, nossa visão não mudou", disse o chairman da Nyse Euronext, Jan-Michiel Hessels. "Esta proposta não oferece um valor competitivo, tem risco de execução inaceitável e, além de tudo, não é do interesse dos acionistas", acrescentou.

A ICE e a Nasdaq responderam que a proposta melhorada, que prevê ainda uma tarifa por quebra de contrato e compromisso de financiamento, atende as preocupações levantadas pelo conselho da Nyse Euronext na rejeição inicial de sua proposta na semana passada.

"Ao continuar recusando a proposta, (a empresa) começa a dar a entender que está protegendo seu negócio ao invés de agir para o melhor interesse de seus acionistas", disse o executivo-chefe da Nasdaq OMX, Bob Greifeld, em nota. "Não seremos intimidados pelas tentativas do conselho de proteger uma transação inferior", acrescentou.

Um porta-voz da Deutsche Boerse disse que a companhia está "satisfeita" com o apoio do conselho da Nyse e disse que a oferta da ICE-Nasdaq está desprovida de uma "lógica séria de negócio".

A proposta conjunta melhorada da ICE e da Nasdaq acrescentou uma tarifa de US$ 350 milhões de quebra de contrato e US$ 3,8 bilhões em financiamento bancário, além do início da compra de US$ 66 milhões das ações da Nyse Euronext que serviriam para dar início a uma revisão antitruste formal em Washington. A ideia é manter o acordo entre a Nyse Euronext e a Deutsche Boerse, que já está sendo avaliada pelos órgãos reguladores. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUANyseNasdaq

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.