finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Conselho da Volkswagen autoriza integração com a Porsche

Volks planeja comprar uma fatia de 49,9% nas operações da montadora de carros esportivos de luxo

Ana Conceição, da Agência Estado,

20 de novembro de 2009 | 12h12

A alemã Volkswagen AG informou que seu conselho de supervisão abriu caminho para a integração da companhia com a Porsche Automobil Holding SE ao aprovar contratos que determinam detalhes do complexo processo de fusão entre ambas. O conselho supervisor da Porsche fará o mesmo em uma reunião nesta sexta-feira, 20, segundo comunicado da companhia.

 

Veja também:

linkVolks completa 50 anos no País e anuncia investimentos

linkVolkswagen anuncia queda de 81% no lucro operacional do 3o tri 

 

No documento, a Volks acrescentou que tais contratos especificam itens que vão reger a organização que resultará da junção das duas companhias, detalhes sobre a estrutura da empresa e aspectos legais, entre outras questões.

 

A Volkswagen planeja comprar uma fatia de 49,9% nas operações de carros esportivos da Porsche Automobil Holding, por cerca de 3,9 bilhões de euros (US$ 5,77 bilhões). O executivo-chefe da companhia, Martin Winterkorn, deve fazer sua primeira aparição pública como CEO da Porsche em 25 de novembro, quando a empresa apresentará seus resultados. Depois, no dia 3 de dezembro, a Volks vai pedir a aprovação dos acionistas para a emissão de 135 milhões de novas ações preferenciais, uma transação de cerca de 8,5 bilhões aos preços atuais. Essa emissão será necessária para manter a flexibilidade financeira da companhia durante a fusão com a Porsche.

 

Investimentos de US$ 38,2 bilhões

 

A Volkswagen informou que investirá 25,8 bilhões de euros (US$ 38,23 bilhões) nos próximos três anos. Deste total, 19,9 bilhões de euros serão aplicados em fábricas e equipamentos. Segundo a montadora alemã, a maior da Europa em vendas, os investimentos anunciados para o próximo triênio serão menores que aqueles programados para o período dos três anos anteriores. Esses recursos, contudo, vão superar aqueles investidos por concorrentes, como a General Motors, disse a Volks.

 

Em novembro de 2007, a companhia informou que investiria perto de 29 bilhões de euros entre 2008 e 2010; cerca de um terço desse total seria aplicado sua principal marca, a Volkswagen. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
VolkswagenPorscheintegraçao

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.