Conselho do FMI aprova resgate de € 1 bi ao Chipre

O Fundo fará um desembolso imediato de € 86 milhões à ilha

Agência Estado

15 de maio de 2013 | 16h12

WASHINGTON - O conselho executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou nesta quarta-feira um resgate de 1 bilhão de euros (US$ 1,33 bilhões) em três anos para o Chipre, com a intenção de apoiar o programa de ajustes econômicos das autoridades do país. O FMI aprovou o desembolso imediato de 86 milhões de euros (US$ 110,7 milhões) à ilha.

De acordo com as decisões tomadas pelo Eurogrupo em 25 de março, o Chipre vai receber assistência de até 10 bilhões de euros durante os próximos três anos. O Mecanismo de Estabilidade Europeu (ESM, na sigla em inglês) fornecerá até 9 bilhões de euros e o FMI contribuirá com 1 bilhão de euros. As informações dão da Market News International.

Tudo o que sabemos sobre:
chiprefmiresgate

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.