Conselho do Merrill chega a consenso para afastar presidente

Na semana passada, a divulgação de que a instituição teve o maior prejuízo trimestral causou surpresa

Reuters,

28 de outubro de 2007 | 18h48

O conselho de administração do Merrill Lynch chegou a um consenso para remover Stanley O'Neal dos postos de presidente e presidente-executivo da instituição financeira, publicou o jornal New York Times, neste domingo, 28.  Representantes do Merrill e O'Neal não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.  O jornal informou que os detalhes do afastamento ainda estão sendo discutidos, incluindo quem assumirá e quando a saída do executivo acontecerá.  Investidores ficaram surpresos na semana passada quando a instituição divulgou o maior prejuízo trimestral de sua história. O Merrill Lynch teve baixas contábeis de 8,4 bilhões de dólares em ativos vinculados principalmente a empréstimos de risco e títulos relacionados.  Membros do conselho do Merrill também ficaram irritados quando descobriram que O'Neal sondou uma possibilidade de fusão com o banco norte-americano Wachovia sem consultá-los, publicou o jornal na sexta-feira.  Representantes do conselho do Merrill não comentaram o assunto.  As ações da instituição dispararam quase 9 por cento na sexta-feira com os rumores sobre a substituição de O'Neal.

Tudo o que sabemos sobre:
Merrill Lynch

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.