Conselho libera dinheiro para emprego e agricultura

Depois de aprovar a liberação de R$ 5,2 bilhões no mês passado para diversos programas de criação de emprego e renda, o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) resolveu nesta terça-feira elevar um pouco mais a contribuição do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para os projetos de financiamento do governo para novos empregos e crédito agrícola.Na última reunião presidida pelo representante da Confederação Geral dos Trabalhadores (CGT), Canindé Pegado, o Codefat aprovou a liberação de mais R$ 450 milhões para o Proger Urbano, um programa voltado para profissionais liberais, cooperativas e micro e pequenas empresas.O Codefat também aprovou uma nova linha de crédito de R$ 200 milhões para Proger Rural Familiar. A nova linha de financiamento é voltada para o pequeno agricultor que explora como proprietário ou arrendatário a terra e tenha renda bruta anual familiar de até R$ 60 mil. O crédito para custeio será limitado a R$ 28 mil por beneficiário, sendo de até R$ 36 mil o crédito para investimento. O tomador dos recursos pagará a taxa de juros de 7,25% ao ano. Na reunião de hoje do Codefat também serviu para a eleição do novo presidente do Conselho. Para o biênio 2003/2005, foi eleito o representante da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Lourival Dantas. A cada dois anos a presidência do Codefat é ocupada por um representante das bancadas que compõem o conselho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.