Consórcio de teles assina contrato para inclusão digital

O presidente da Embratel, José Formoso, assinou hoje no Ministério das Comunicações o contrato para fornecimento de banda larga sem fio a 12 mil pontos em 4.214 municípios brasileiros. O consórcio Conecta Brasil Cidadão, liderado pela concessionária e constituído também por Oi, Brasil Telecom e Telefônica, venceu a licitação do Gesac (Governo Eletrônico - Serviço de Atendimento ao Cidadão) com um valor mensal de R$ 3,3 milhões. A cifra representará uma economia de mais de 70% aos cofres públicos.Com transmissão via satélite, o serviço de internet em alta velocidade chegará a localidades remotas, como aldeias indígenas nos Estados de Roraima, Acre e Amazonas, além da base do Brasil na Antártida. Do total de 12 mil pontos previstos no programa de inclusão digital do governo federal, aproximadamente dois terços são escolas da rede pública e, um terço, Telecentros.O projeto inclui o fornecimento de acessos com velocidades que variam de 256 Kbps a 8 Mbps, permitindo aplicações diversas como VoIP (voz sobre protocolo de internet) para 25% dos endereços contemplados no contrato e a criação de redes sem fio que suportam, inclusive, transmissões de vídeo. A operadora garantirá também o gerenciamento da solução e as ferramentas de segurança de acesso à internet.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.