bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Construção civil alemã faz maior greve em 50 anos

Pelo menos 8 mil trabalhadores da construção civil da Alemanha aderiram à primeira grande greve do setor em mais de 50 anos, de acordo com informações da central sindical IG Bau. O sindicato informou que os trabalhadores paralisaram suas atividades em 400 canteiros em Berlim, assim como na cidade de Hamburgo, na região nordeste do país, e na área industrial do Vale do Ruhr.O IG Bau, que conta com cerca de 340 mil sindicalizados, reivindica aumento salarial anual de 4,5% para os 950 mil trabalhadores do setor. A equiparação de salários da região leste da Alemanha com o lado ocidental do país também faz parte da pauta de exigências do sindicato. As empresas do setor ofereceram aumento de 3% para o período entre setembro de 2002 e março de 2 003 e mais 2,1% para os 12 meses subsequentes.O chanceler Gerhard Schroeder, preocupado com o impacto do desempenho frágil da economia e do incômodo desemprego nas eleições de 22 de setembro, conclamou as duas partes a solucionarem seus conflitos. Economias e empresários alertaram que uma disputa prolongada ou um aumento excessivo do salário poderiam frear a esperada recuperação da economia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.