Construção civil cria 20 mil vagas em janeiro

O nível de emprego formal na construção civil brasileira voltou a crescer em janeiro, com a abertura de 20 mil vagas na comparação com o mês anterior. Segundo dados do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) e da GVconsult, com base em pesquisa do Ministério do Trabalho, o crescimento apurado no primeiro mês do ano foi de 1,44% ante dezembro, e de 9,12% na comparação com janeiro de 2005. Conforme o sindicato, em janeiro, havia 1,415 milhão de trabalhadores formais."O número praticamente iguala o nível alcançado em setembro de 2005. Entretanto, está abaixo do contingente de 1,429 milhão de empregados somado em outubro de 2005, o melhor resultado do ano passado", informou a entidade.Em nota, o presidente do SindusCon-SP, João Claudio Robusti, explicou que a alta de janeiro, na comparação com o mês anterior, já era esperada, uma vez que dezembro é sazonalmente marcado por demissões. Contudo, Robusti classificou como forte o crescimento no nível de emprego na comparação com janeiro de 2005.São PauloO levantamento do SindusCon-SP apontou que, no Estado de São Paulo, o ritmo de crescimento também foi forte no primeiro mês do ano, com a abertura de 5,644 mil vagas formais - uma alta de 1,47% sobre dezembro. Em janeiro, o setor paulista empregava 390,5 mil pessoas, equivalente a crescimento de 9,73% na comparação com o mesmo mês de 2005. "O resultado dos primeiros 30 dias de 2006 é o melhor nos últimos 12 meses terminados em janeiro", informou, em nota, o sindicato.Em janeiro foram abertas 2.594 postos de trabalho, com crescimento de 1,43% na comparação com o mês anterior - totalizando 184,1 mil trabalhadores com carteira assinada na capital. Em relação a janeiro de 2005, o crescimento foi de 8,92%. Conforme o sindicato, foram criadas 13,2 mil novas vagas na construção civil na região Sudeste do País, uma alta de 1,7% sobre dezembro.Este texto foi alterado às 11h24 com complemento de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.