Construção civil está mais otimista sobre recuperação

Os empresários da construção civil estão mais otimistas com o futuro e com a recuperação da economia neste ano. Depois de nove meses de intenso pessimismo, pela primeira vez, as expectativas de desempenho do setor melhoraram, conforme a 39ª Sondagem Nacional da Indústria da Construção Civil, realizada em maio pelo Sindicato do segmento (SindusCon-SP) e pela FGV Projetos.Foram entrevistados 241 empresários de todo o País, que deram notas de 0 a 100 para questões sobre desempenho do setor e ambiente macroeconômico. Entre os indicadores, a melhora mais significativa foi no item "perspectivas de desempenho", que mostra a visão dos construtores com relação à atividade futura. A nota melhorou quase 30% comparada à pesquisa feita em fevereiro. O número é melhor quando avaliado apenas o Estado de São Paulo, cujo indicador foi 32,6% maior. Os empresários também relataram ligeira recuperação, de 10%, no desempenho atual das companhias.Também houve melhora na perspectiva de inflação e condução da política econômica. Ainda assim, a maioria dos empresários não acredita que o País conseguirá ter algum crescimento neste ano. Apesar da melhora, os números ainda estão bem abaixo do verificado em igual período do ano passado. "Entretanto, o resultado é positivo, já que as expectativas futuras melhoraram", destaca o presidente do Sinduscon-SP, Sérgio Watanabe. Parte do novo ânimo é creditado ao programa federal "Minha Casa, Minha Vida".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.