Construção emprega 3% a mais no primeiro trimestre

A construção civil empregou 3% a mais de pessoas no primeiro trimestre deste ano, tomando como base o mesmo período do ano passado. A informação, divulgada nesta segunda-feira pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) em conjunto com a Gvconsult, mostrou que foram abertos 42,8 mil postos, totalizando 1,438 milhão de pessoas empregadas no setor até o final de março.Porém, no acumulado dos últimos 12 meses, houve ligeira queda no ritmo de expansão do nível de emprego. Isso porque a alta foi de 10,05%, contra os 10,27% acumulados até fevereiro de 2006. Analisando março isoladamente, o número de vagas criadas cresceu 0,4% na comparação com fevereiro. Segundo o SindusCon-SP, a tendência de alta desacelerou no período, tendo em vista que no segundo mês do ano a expansão havia sido de 1,2%. Por número de vagas, março criou 6,2 mil postos, enquanto fevereiro contratou 16,550 mil novos trabalhadores. São PauloNo Estado de São Paulo, o crescimento trimestral foi de 2,24%, totalizando 393,5 mil novas vagas. No terceiro mês do ano, a expansão foi de 0,3%, com 1,2 mil carteiras assinadas. Na capital paulista, especificamente, foi registrada a abertura de 1,025 mil vagas, com evolução de 0,56% em março, comparado a fevereiro. No primeiro trimestre, foram criados 4,067 mil empregos, o que representou alta de 2,24%.A maior alta relativa em março foi verificada na região de São José do Rio Preto, com acréscimo de 285 trabalhadores, ou 2,74%. Já a maior queda relativa ocorreu na região de Presidente Prudente, com redução de 3,78%, ou 205 vagas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.