Construtora espanhola vai investir R$ 350 mi na BR-393

A construtora espanhola Acciona vai investir, nos próximos cinco anos, R$ 350 milhões em melhorias na BR-393, que liga a Via Dutra, em Volta Redonda, no Rio de Janeiro, à cidade de Além Paraíba, na divisa de Minas Gerais com o Rio. O anúncio foi feito hoje após a assinatura, no Ministério dos Transportes, do contrato que oficializa a concessão de 200 quilômetros da rodovia obtida em leilão no ano passado.O diretor-geral de Concessões da Acciona no Brasil, Ricardo Rios, afirmou que somente nos seis primeiros meses serão investidos R$ 25 milhões na reabilitação da rodovia e na construção de praças de pedágio, além da duplicação de um trecho de 30 quilômetros próximo a Volta Redonda. Segundo ele, o pedágio do trecho sob concessão, de R$ 2,94, deve começar a ser cobrado daqui a seis meses, quando a Agencia Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) certificar o cumprimento das exigências estabelecidas na concessão.A empresa espanhola ganhou o leilão oferecendo pedágio que representou um deságio de 27% em relação ao teto fixado pelo governo, que licitou sete trechos de rodovias. O trecho por ela administrado terá três pedágios.Rios assegurou que a crise econômica americana não afeta a disposição do grupo em continuar investindo no Brasil, inclusive em futuras novas concessões de rodovias, mas exige maior seletividade de aplicação. "O país, que está crescendo e tem a inflação sob controle, é hoje estratégico para a Acciona", assinalou.O grupo espanhol, que opera em sete países, atuando também nas áreas de energia, logística, infra-estrutura, água e construção civil, obteve um faturamento de 8 bilhões de euros no ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.