Consulta ao FGTS: 803 mil acessos

Uma semana depois de tornar disponível o acesso aos saldos dos Fundos de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) pela Internet, a Caixa Econômica Federal (CEF) registrou 803.630 acessos. Para a consulta, é necessário entrar na página da instituição (veja link abaixo) e acessar a seção "FGTS. Consulte aqui o seu saldo". Será criada uma senha para o uso do serviço, onde o trabalhador precisa cadastrar: número do PIS/Pasep; CGC (CNPJ) da empresa onde o trabalhador está empregado; data de admissão; e data de nascimento. A CEF lembra que, depois de cadastrada a senha, se o trabalhador errar por três vezes a senha correta, na hora da consulta, o serviço ficará bloqueado por 90 dias. De acordo com a instituição, essa é uma medida de segurança que tem por objetivo preservar informações sobre o FGTS do trabalhador.Vale lembrar que do total de 68 milhões de contas de trabalhadores, apenas 23 milhões podem ser acessadas. São contas abertas há dois anos e que exigiram o registro do PIS/Pasep. Antes disso, no cadastramento das contas, apenas o nome do contribuinte e o número do carteira de trabalho eram necessários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.