Consultas ao SCPC e UseCheque crescem 6,15% em 2007

O número de consultas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e ao UseCheque, que indica as vendas à vista, marcou o melhor desempenho desde 2000. No acumulado de 2007, de acordo com a ACSP, o SCPC registrou um crescimento de 6,2% e o UseCheque de 6,1%, uma média geral de 6,15%. Para o economista da Associação, Emílio Alfieri, a expectativa é de continuidade do crescimento do varejo para 2008.Em dezembro do ano passado, as consultas ao SCPC saltaram 7,9% e as do UseCheque, 7,7%, em comparação ao mesmo período em 2006. Segundo a ACSP, os dados mostram que o Natal de 2007 foi o melhor dos últimos 10 anos. Já o número de registro de dívidas incluídas no cadastro de inadimplentes do SCPC cresceu 10,2% em dezembro de 2007 em comparação ao mesmo período de 2006, índice compensado pelo aumento de 16% no cancelamento de débitos. De acordo com a ACSP, o avanço dos cancelamentos mostra um consumidor empenhado em pagar ou renegociar seus débitos em atraso.Pelo quarto ano consecutivo, o número de carnês que estavam em atraso em dezembro passado, mas que foram quitados ou renegociados, superou o número de carnês atrasados cadastrados no SCPC no mês. Foram 418.021 cancelamentos contra 385.602 registrados. Depois do dia 20 de dezembro, o número de cancelamentos chegou a mais do que dobrar. "Isso mostra que o consumidor usou amplamente o 13º salário para quitar suas dívidas em atraso", observou Emílio Alfieri.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.