Consumidor começa a recuperar a confiança

Diminuiu o ritmo de queda do índice de confiança do consumidor brasileiro. Em abril, o Índice Nacional de Confiança da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), apurado pelo instituto de pesquisa Ipsos, ficou em 119 pontos, com um recuo de apenas dois pontos em relação a março. Em março, a queda na comparação com o mês anterior havia sido de 8 pontos e, em fevereiro, de 12 pontos ante janeiro.Para Alencar Burti, presidente da ACSP, os números indicam uma recuperação. "O mais importante é a tendência. Caso o quadro externo não se altere demais, teremos um segundo semestre melhor", prevê ele. Os resultados são obtidos com base em mil entrevistas domiciliares feitas mensalmente em 9 regiões metropolitanas e 70 cidades do interior do País.EMPREGO Apesar da redução no ritmo de queda, o índice de confiança em abril é bem inferior ao de abril de 2008, quando atingiu 142 pontos. Outro dado relevante da pesquisa de abril é que a parcela de consumidores menos confiantes na manutenção do emprego, que corresponde a 38% dos entrevistados, supera a fatia dos mais confiantes (27%). Também o número de pessoas conhecidas dos entrevistados que perderam o emprego aumentou de 3,9 pessoas em março para 4,1 em abril.O brasileiro que vive no Norte e no Centro-Oeste do País é o mais otimista, aponta o indicador da ACSP/Ipsos. O índice de confiança nessas regiões atingiu 147 pontos no mês passado, superando a média nacional. O menos otimista é o consumidor do Sul, onde o indicador ficou em 96 pontos no mês passado; no Nordeste chegou a 102 pontos e no Sudeste, a 129 pontos.

Márcia De Chiara, O Estadao de S.Paulo

13 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.