Consumidor escolhe marcas preferidas

Colgate é o creme dental preferido do brasileiro; Doril, o analgésico; o café é Pilão; o biscoito, São Luiz; a cerveja, Skol; o refrigerante, Coca-Cola; o tênis, Nike; e o desodorante, Rexona. Os 28 itens da pesquisa Marcas do seu Coração, realizada por veículos de comunicação e agências de publicidade como desdobramento da campanha Não Existem Grandes Empresas sem Grande Marcas. Anuncie, divulgada ontem, trouxe novidades e surpresas.A principal delas é que, mesmo depois de várias aquisições e o maior faturamento do segmento, a rede de supermercados Pão de Açúcar ainda não é a que bate mais forte no coração dos consumidores. A liderança nesse item permanece com o Carrefour. Explica-se: apesar de a rede comandada por Abílio Diniz estar muito presente no Estado de São Paulo, tem participações menores no resto do País e mesmo no interior do Estado. Como a pesquisa é de base nacional, prevalece a distribuição geográfica da rede.Foram respondidos pelos consumidores 2,5 milhões de cupons, publicados nos veículos impressos filiados à Associação Nacional de Jornais (ANJ) e Associação Nacional dos Editores de Revistas (Aner), com o reforço das empresas filiadas à Associação Brasileira de Empresas de Rádio e TV (Abert), Associação Brasileira de Telecomunicação por Assinatura (Abta), além da Associação Brasileira das Agências de Publicidade (Abap), Federação Nacional das Agências de Propaganda (Fenapro) e Central de Outdoor. Se fosse paga, estima o presidente da Abap e da Ogilvy, Sérgio Amado, a segunda fase da campanha teria consumido entre R$ 40 milhões e R$ 45 milhões.Para efeito da tabulação dos dados, o instituto Datafolha levou em conta 20 mil cupons corretamente preenchidos. A margem de erro é de 1%. Por esse motivo, foram registrados empates, como o da categoria automóveis, onde Fiat e Volkswagen dividem a preferência do consumidor. No caso dos aparelhos de som, o empate foi tríplice com Aiwa, Gradiente e Sony. Segundo Amado, a campanha mostra que quem investe mais em marketing é mais votado.As mulheres participaram mais (59%) do que os homens (41%) e a Região Sudeste (68%) liderou a amostra em relação a Sul (14%), Norte/Nordeste (10%) e Centro-Oeste (6%), sendo que alguns não identificaram a região onde moram.Veja no link abaixo a pesquisa completa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.