coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Consumidor paulista é mais exigente, diz pesquisa

Os consumidores do Estado de São Paulo são mais atentos à marca na hora de escolher o seu produto do que o brasileiro em geral. Ao mesmo tempo, o paulista espera maior variedade nas prateleiras para selecionar sua compra. A conclusão é de uma pesquisa do grupo AC Nielsen, que identificou algumas características do consumidor paulista e comparou com o perfil nacional."As duas características não são tão acentuadas em outros Estados", diz o diretor de Varejo da AC Nielsen, João Carlos Lazzarini. Enquanto o estudo em nível nacional apontou que o brasileiro é mais ligado a marcas no caso de bebidas alcoólicas, em São Paulo esse era um precedente de diversos grupos de produto, como higiene pessoal, pães, bolos e biscoitos. No País como um todo, os artigos de higiene pessoal são comprados levando em conta o fator preço.A pesquisa apontou também que tanto em São Paulo quanto nos demais Estados, grupos de produtos como carnes e frangos, frutas e verduras são selecionados no carrinho de compra pelo aspecto da qualidade. Já os alimentos secos (arroz, feijão, etc.) e artigos de limpeza são selecionados pelo fator preço.LojasNa composição do varejo no País e em São Paulo, a AC Nielsen destaca a concentração no estado paulista. Das cerca de 30 mil lojas de supermercados, 25,7% ficam em São Paulo. Quanto a faturamento, São Paulo responde por 39,6% do total da receita do setor supermercadista no País.No cálculo de receita por loja, o Estado também está na frente. Enquanto a média no Brasil é de R$ 2,23 milhões, em São Paulo esse valor alcança R$ 3,48 milhões. Outro dado também reflete uma preferência dos paulistas por lojas maiores. Enquanto a média no País é de 390 m², em São Paulo o tamanho médio é de 476 m².Não por acaso o volume de vendas nos hipermercados cresceu mais em São Paulo do que nos demais Estados. Do ano passado para cá, houve um crescimento de 11,4% em São Paulo, enquanto no âmbito nacional essa evolução foi de 5,4%.

Agencia Estado,

22 de maio de 2002 | 18h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.