Consumidor poderá reclamar ao Procon-SP pela internet

O consumidor poderá contar com mais um meio de comunicação para fazer reclamação junto à Fundação Procon-SP. O órgão está desenvolvendo um projeto que tornará viável o uso da internet para as pessoas que quiserem fazer denúncias contra empresas, produtos ou serviços. A previsão é de que ainda este ano o usuário possa registrar por e-mail a sua reclamação. A idéia é incluir o meio eletrônico como opção de atendimento para dar mais rapidez ao serviço e desafogar os demais canais de comunicação, como o telefone.Por enquanto, a instituição dispõe de atendimento eletrônico, mas funciona somente para os casos de consultas. Os outros meios de comunicação do Procon-SP para reclamação, pesquisa ou consulta são o atendimento pessoal, que é feito no órgão e em alguns postos do Poupatempo e a carta/fax. O telefone e o e-mail são utilizados para tirar dúvidas do público.Com a entrada do novo procedimento, o consumidor poderá enviar um e-mail informando a queixa. Posteriormente, encaminhará a documentação necessária para abrir o processo, por via eletrônica. Além dessa mudança, está em estudo a modernização das centrais telefônicas e a contratação de funcionários para aumentar o atendimento. Isso porque, de acordo com o Procon-SP, quase 50% das ligações do consumidor não são atendidas.Outro trabalho em andamento na fundação são as ações que atingem grande número de pessoas, chamadas coletivas. Elas devem recair principalmente nos setores de aviação civil, telefonia e bancos, que são os campeões das reclamações. O caso da telefonia terá tratamento diferenciado porque, a partir de março, as empresas passarão a cobrar as ligações locais por minutos e não mais por pulsos. A expectativa é de que haja mais reclamações por conta da alteração, segundo informações divulgadas no site do governo do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.