Consumidores estão "razoavelmente satisfeitos" com distribuidoras

A terceira pesquisa anual realizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para medir o índice de satisfação do consumidor com os serviços prestados no setor, que será divulgada hoje pelo diretor-geral da Agência, José Mário Abdo, mostra que os consumidores de energia estão "razoavelmente satisfeitos" com os serviços prestados pelas distribuidoras. A Aneel, no entanto, acredita que esse serviço pode ser melhorado. A pesquisa foi feita entre os dias 11 de novembro e 18 de dezembro passados pelo Instituto Vox Populi, que ouviu 300 consumidores em cada uma das 64 distribuidoras de todo o País, num total de 19.200 consumidores residenciais. Segundo a Agência, o levantamento serve de base para definição do Índice Aneel de Satisfação do Consumidor (IASC), que mede o desempenho das empresas a partir da avaliação dos consumidores. O IASC de 2002, numa escala de zero a 10, ficou em 64,51, acima dos apurados em 2001 (63,22) e 2000 (62,81). A Aneel avalia que, embora o índice esteja melhorando no País, ainda está abaixo do que pode ser considerado um bom desempenho.Os índices que medem a satisfação dos consumidores nos Estados Unidos e na União Européia, por exemplo, atingiram, no ano passado, 73 e 70 pontos, respectivamente. José Mário Abdo está entregando prêmios para as distribuidoras que tiveram melhor desempenho por região e nacionalmente, de acordo com o tamanho do mercado que elas atendem. No discurso de premiação, Abdo disse que o IASC obtido pelas empresas será também considerado nos cálculos da revisão tarifária periódica pelo qual passarão 17 distribuidoras neste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.