Consumidores quitam suas dívidas

A inadimplência em São Paulo, na primeira quinzena do mês, cresceu em números absolutos, mas por enquanto este crescimento não preocupa o comércio porque foi compensado pelo aumento de acertos de carnês em atraso. No acumulado de 1º a 15 de agosto, os registros recebidos - carnês com mais de 30 dias de atraso - no Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) aumentaram 11% em relação ao mesmo período do ano passado. O resultado apresenta uma distorção quando comparado com 1999, pois esta quinzena tem um dia útil a mais em relação à mesma quinzena de 1999. Eliminada esta distorção, o crescimento foi de 2,5%."O resultado é um pouco fora do padrão para esta época do ano", admite o economista Emílio Alfieri, da Associação Comercial de São Paulo ACSP). Mas estes números estão sendo compensados pela quantidade de registros cancelados, ou seja, dívidas em atraso acertadas. A média diária de registros cancelados em agosto subiu 27,9% em relação à primeira quinzena de julho e 15,2% na comparação com igual período em 1999.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.