Consumo das famílias mantém alta e evita queda maior do PIB

Indicador, responsável por 60% do PIB, sobe 0,7% no 1º trimestre; gastos do governo também registram elevação

Adriana Chiarini e Jacqueline Farid, da Agência Estado,

09 de junho de 2009 | 09h48

Os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que, apesar da crise, tanto os gastos das famílias brasileiras quanto os do governo continuaram a crescer. O consumo das famílias subiu 0,7% no primeiro trimestre de 2009 em relação ao quarto trimestre de 2008 e 1,3 % sobre os primeiros três meses do ano passado.

 

Veja também:

linkPIB cai 0,8% no 1º tri e confirma recessão técnica no Brasil

linkEntenda o que a recessão técnica significa para a economia brasileira

 

Esse indicador, responsável por 60% do PIB, foi o que evitou uma queda ainda maior do PIB brasileiro no período.

 

O consumo do governo continuou em expansão de 0,6% no primeiro trimestre em relação aos três meses imediatamente anteriores, e de 2,7% na comparação com igual período do ano anterior.

Tudo o que sabemos sobre:
PIBconsumocrise financeira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.