Consumo de álcool sobe 51% e já deve passar gasolina em abril

Consumo de álcool deverá, pela primeira vez desde o Proálcool, nos anos 80, ultrapassar o de gasolina

RODRIGO VIGA GAIER, REUTERS

18 de março de 2008 | 18h10

O consumo de álcool hidratado,utilizado nos veículos flex, cresceu 51 por cento no Brasil emjaneiro, ante igual período de 2007, e alcançou 961 milhões delitros, informou a ANP (Agência Nacional do Petróleo, GásNatural e Biocombustíveis) nesta terça-feira. Considerando as vendas totais de álcool (hidratado eanidro, esse misturado à gasolina) o volume em janeiro ficoupróximo de 1,5 bilhão de litros. Segundo cálculos da ANP, oconsumo de álcool deverá, pela primeira vez desde o Proálcool,nos anos 80, ultrapassar o de gasolina no mês que vem. "Se prosseguir o ritmo de expansão do álcool, estimamos queaté abril o Brasil vai consumir mais álcool do que gasolina",disse o superintendente da ANP, Édson Silva, lembrando que paraque isso aconteça os níveis de preço atuais devem ser mantidos. O consumo de gasolina C, que conta com uma mistura de 25por cento de álcool, foi de 2,02 bilhões de litros em janeiro,alta de 2 por cento ante o mesmo mês de 2007. O de diesel cresceu 10 por cento no período, para 3,34bilhões de litros. A diferença de consumo entre álcool e gasolina C em janeirode 2007 era de 432 milhões de litros a favor do derivado dopetróleo. Em dezembro caiu para 99 milhões de litros e em janeiropara 49 milhões, segundo a ANP, que justifica o crescimento doálcool pelo aumento da frota flex e pelo preço mais vantajosodo biocombustível. BIODIESEL Para atender à nova mistura de 3 por cento de biodiesel nodiesel a partir de julho, ante o percentual anterior de 2 porcento, a ANP vai realizar mais dois leilões de compra nesteano, com o primeiro programado para abril. A estatal prevê consumo extra de 660 milhões de litros coma nova mistura e pretende comprar 330 milhões de litros em cadaum dos leilões. O segundo leilão deve acontecer no segundo semestre. A ANP informou ainda que reduziu o prazo de entrega de seispara três meses. Nos leilões 6 e 7, realizados neste ano, o índice de nãoentrega foi de 20 por cento do total vendido. Nenhuma das 11unidades que venceram conseguiram entregar 100 por cento,informou a ANP. Existem 52 unidades produtoras de biodiesel credenciadaspelo governo atualmente, com capacidade total de 2,78 bilhõesde litros por ano. Além dessas, mais 38 pediram autorização para poderproduzir. (Texto de Marcelo Teixeira, Edição de Roberto Samora)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSALCOOLANP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.