Consumo de energia cresce em todos os setores

O consumo de energia elétrica está crescendo nas residências, nas indústrias e no comércio e já está próximo do período pré-racionamento, segundo boletim divulgado hoje pela Eletrobrás. No total, o consumo em janeiro de 2003 teve um aumento de 12,4% sobre janeiro de 2002O consumo residencial em janeiro de 2003 foi 17,6% superior ao registrado no mesmo período em 2002, época em que o Sudeste/Centro-Oeste e Nordeste ainda estava sob racionamento. No período acumulado entre janeiro de 2002 e janeiro de 2003 com os 12 meses anteriores, há um crescimento de 2,3%. É o primeiro resultado positivo verificado no acumulado de 12 meses desde julho de 2001 no setor residencial.Já o consumo industrial em janeiro deste ano aumentou 9,1% na comparação com o mesmo mês do ano passado. A relação entre o consumo de energia e a produção industrial impulsionou a demanda, já que, segundo o IBGE, a produção industrial cresceu 2,8% em janeiro. No crescimento da demanda, a Eletrobrás destacou a região da Zona Franca de Manaus, que registrou um aumento de 14,6% em janeiro de 2003 sobre janeiro de 2002. No Sudeste, o crescimento foi de apenas 5,1%. No Nordeste a taxa de crescimento foi de 15,9% e no Sul de 15,5%. O segmento comercial, que representa 16% do consumo de energia elétrica no País, aumentou em janeiro de 2003 em 14,9% sobre o mesmo período no ano anterior. A região Sudeste foi a que apresentou o menor índice de crescimento, de 3,3%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.