Consumo de energia cresce menos em setembro

O consumo de energia elétrica cresceu menos do que nos meses anteriores em setembro e ainda registrou queda na comparação com mesmo período do ano passado. De acordo com dados preliminares do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), no mês passado o consumo de energia elétrica foi de 47.011 MW médios - alta de 3,54% em relação ao mesmo período do ano anterior. Em julho e agosto, o crescimento ficou em 5,5% e 4,8%, respectivamente, em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado do ano, houve aumento de 3,72% no total nacional até setembro sobre os primeiros nove meses de 2005.Em relação ao mês anterior (agosto), os dados do ONS apontam queda de 1,40% no consumo, com a retração mais acentuada sendo observada no Sul, que atingiu 3,08%. No Sudeste a queda em setembro atingiu de 2,01%, registrando movimento semelhante ao observado em abril, quando o consumo na região recuou em relação ao mês anterior, principalmente pela demanda mais fraca por parte da indústria. Até mesmo na região Norte, que estava crescendo ao ritmo de dois dígitos até o primeiro semestre, os dados do ONS apontam queda em setembro, com variação negativa de 0,75% em relação ao mês imediatamente anterior.Ritmo abaixo das previsões oficiaisO ritmo atual está abaixo das previsões oficiais, já que o governo trabalha com expansão na faixa de 2.500 a 3.300 MW médios a cada ano, conforme cenário básico da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) do Plano Decenal de Expansão de Energia Elétrica (PDEE 2006-2015) divulgado no primeiro semestre. O consumo observado em setembro ficou cerca de 1.600 MW médios acima do registrado em setembro de 2005.Os dados preliminares do ONS não permitem identificar os segmentos que têm registrado maior demanda, o que só fica claro quando a Empresa de Pesquisa de Energética (EPE) divulga os dados por setor econômico, com cerca de 30 dias de defasagem em relação aos dados do ONS.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.