Consumo de etanol já supera o de gasolina em SP

Com crescimento de mais de 20% ao ano, o consumo de etanol no Brasil já provoca grandes estragos no mercado de gasolina, que deve fechar 2009 estagnado. Em São Paulo, por exemplo, o etanol hidratado se consolidou este ano como o principal combustível automotivo, com vendas quase 30% superiores às do concorrente. Tal cenário vem provocando mudanças na estratégia da Petrobras, que reduziu a produção de gasolina para ampliar a de óleo diesel.

AE, Agencia Estado

14 de dezembro de 2009 | 08h21

Se em 2008 as vendas de etanol hidratado em São Paulo já haviam empatado com as de gasolina, com 7 bilhões de litros cada, este ano o primeiro leva uma vantagem de 28%. Até outubro, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP), as vendas de hidratado no Estado somaram 6,9 bilhões de litros, ante 5,4 bilhões de litros de gasolina. O desempenho reflete os preços competitivos diante de uma frota bicombustível cada vez maior.

Somando todos os Estados brasileiros, a gasolina ainda leva vantagem (25,2 bilhões ante 16,9 bilhões de litros), mas começa a dar sinais de retração. As vendas do combustível devem fechar o ano com alta de apenas 0,3% com relação a 2008. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
combustíveletanolgasolinaconsumo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.