Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Consumo de gás natural subiu 2% em janeiro no País

O consumo de gás natural no Brasil em janeiro de 2008 foi de 47,554 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), segundo informações da Associação Brasileira de Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás). De acordo com a entidade, o volume representa um incremento de 2,01% sobre dezembro de 2007, cujas vendas foram de 46,614 milhões de m³/d, e um acréscimo de 23,4% sobre os 38,516 milhões de m³/d consumidos em janeiro de 2007.O crescimento do consumo de gás natural no País reflete o maior despacho das termelétricas movidas pelo insumo, por conta da redução do nível dos reservatórios das hidrelétricas em janeiro deste ano. Para efeito de comparação, a geração elétrica consumiu 11,959 milhões de m³/d no primeiro mês do ano, alta de 17,2% sobre o volume de 10,199 milhões de dezembro de 2007 e 131,2% acima do montante de 5,171 milhões de m³/d de janeiro de 2007, segundo a Abegás.Em janeiro de 2008, o consumo industrial de 25,998 milhões de m³/d representa um incremento de 10,2% sobre os 23,573 milhões de m³/d consumidos em janeiro de 2007. No mesmo período, as vendas para setor automotivo cresceram 0,5%, de 6,62 milhões de m³/d para 6,657 milhões de m³/d. Já o consumo residencial avançou 0,7%, de 543,25 mil m³/d para 547,48 mil m³/d. As vendas para o setor comercial subiram 4,6%, para 566,8 mil m³/d.Entre as concessionárias, a líder de vendas em janeiro de 2008 foi Comgás, com 13,835 milhões de m³/d, seguida pela CEG (RJ), com 7,207 milhões de m³/d, pela CEG RIO, com 5,727 milhões de m³/d, e pela Bahiagás, com 3,623 milhões de m³/d. Excluindo as térmicas, o consumo no mercado não térmico de gás (indústria, automóveis, residência e comércio) foi de 35,594 milhões de m³/d, crescimento de 6,7% sobre os 33,344 milhões de m³/d em janeiro de 2007.

WELLINGTON BAHNEMANN, Agencia Estado

27 de fevereiro de 2008 | 15h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.