Consumo e exportações impulsionaram PIB dos EUA

Fortes ganhos no consumo e nas exportações impulsionaram o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA no primeiro trimestre, segundo revisão final do Departamento de Comércio divulgada hoje. O PIB cresceu 1%, em termos anuais, acima da estimativa anterior de aumento de 0,9%. A revisão ficou em linha com o esperado por economistas.Os gastos dos consumidores no primeiro trimestre, que representam cerca de 70% do PIB, foram revisados levemente para cima (alta de 1,1%), com fortes ganhos nos gastos com serviços compensando os declínios nas compras de bens duráveis e não-duráveis.As exportações americanas cresceram 5,4% em termos anuais no primeiro trimestre, contribuindo em 0,66 ponto porcentual para a alta do PIB.As medidas de inflação com base nos gastos pessoais foram revisadas levemente para cima. O núcleo do índice de preços de gastos com consumo (PCE), que exclui alimentos e energia, subiu 2,3% no primeiro trimestre. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.