Consumo industrial de energia cresceu 0,4% em fevereiro

O consumo industrial de energia elétrica no Brasil apresentou um leve crescimento, de 0,4%, no mês de fevereiro, para um total de 10.508 gigawatts-hora (GWh), ante o mesmo mês de 2003, aponta balanço realizado pela Eletrobrás. O desempenho da indústria brasileira sobressaiu-se por causa das ligeiras retrações do uso de eletricidade observadas nas categorias residencial (-1,4%), que absorveu 6.519 GWh, e comercial (0,5%), com um total de 4.153 GWh.O consumo global de energia elétrica no País permaneceu estável, na comparação de fevereiro desse ano com o mesmo mês do ano passado, com uma variação negativa de 0,2%. Foram consumidos em fevereiro último 24.966 GWh, segundo a Eletrobrás. A estatal federal destacou que os resultados foram afetados pelo Carnaval, que nesse ano foi realizado em fevereiro, reduzindo o número de dias úteis no mês. No ano passado, o Carnaval ocorreu em março.Menor taxaNo acumulado de 12 meses terminados em fevereiro último, a indústria apresentou um crescimento do consumo de energia de 0,3%, a menor taxa de expansão registrada entre as categorias de clientes do setor elétrico. No mesmo período, o consumo comercial e residencial apresentaram, respectivamente, aumentos de 2,9% e de 2,1%. O consumo global de energia no período cresceu 1,8%.A Eletrobrás destacou o desempenho da indústria no sistema interligado Norte, onde estão sediadas importantes consumidores eletrointensivos, que ampliou o consumo em 10,9% na comparação entre fevereiro desse ano e do ano passado. A estatal federal lembrou, contudo, que parte desse crescimento deve ser atribuído à paralisação para manutenção de uma unidade de alumínio em fevereiro de 2003.A Eletrobrás citou, em sua análise, o crescimento de 1,8% da produção industrial em fevereiro, apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com destaque para o Pólo Industrial de Manaus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.