portfólio

E-Investidor: qual o melhor investimento para 2020?

Consumo nacional de gás natural cai 34,4% em fevereiro

Os preços elevados e a crise econômica internacional continuam a reduzir o consumo de gás natural no Brasil. Segundo a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), as vendas do insumo recuaram 34,49% em fevereiro deste ano em relação ao mesmo mês do passado, de 51 milhões para 33,4 milhões de metros cúbicos por dia . Excluindo as termelétricas, a demanda agregada de gás das outras classes consumidoras (indústrias, residências, comércio, cogeração e automotivo) recuou 21,45% no período, de 35,7 milhões para 28,1 milhões de metros cúbicos por dia.

WELLINGTON BAHNEMANN, Agencia Estado

26 de março de 2009 | 12h19

A forte queda está relacionada à retração da demanda dos maiores consumidores de gás do País: no segmento industrial, as vendas de gás caíram 27,7%, refletindo a queda de produção de diversos setores da economia; já a retração no consumo termelétrico foi de 65,1%. Com a redução da atividade econômica e o período de chuvas que encheu os reservatórios das hidrelétricas, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) diminuiu o uso das usinas térmicas, reduzindo a necessidade de gás natural para a geração de eletricidade.

A demanda de gás natural veicular (GNV) caiu 9,6%, refletindo os aumentos de preços do produto nos últimos meses e a forte concorrência com o álcool (mais barato) nos postos de combustíveis.

O consumo dos clientes comerciais também registrou uma pequena queda de 2,93% no período. Apenas as vendas de gás natural para o segmento residencial cresceram. Em fevereiro de 2009, o consumo dessa classe subiu 1,5% ante fevereiro do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
gás naturalAbegás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.