Rafael Arbex/ Estadão
Rafael Arbex/ Estadão

Brasileiro reduz gastos no exterior com alta de dólar em agosto

Mesmo assim, saldo entre o que entrou e saiu do País pelo turismo está negativo em US$ 846 milhões

Fabrício de Castro e Eduardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2019 | 16h08

BRASÍLIA -  No mês em que o dólar registrou valorização de 8,5%, os brasileiros gastaram menos no exterior, mas não o suficiente para reverter a tendência de déficit na conta de viagens internacionais - aquilo que saiu do Brasil, versus o que entrou por turistas estangeiros. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 23, pelo Banco Central (BC) .

Em agosto, os brasileiros desembolsaram US$ 1,309 bilhão no exterior, contra US$ 464 milhões em gastos dos estrangeiros em passeio pelo Brasil. O saldo ficou negativo em US$ 846 milhões. No mesmo período de 2018, o déficit  foi de US$ 900 milhões.

Na comparação entre o que os brasileiros gastaram neste ano e no interior há uma queda de 5,3% em 2019. Um dos motivos, segundo o BC, pode ser a alta do dólar. A moeda americana fechou o mês passado contada a R$ 4,14, alta de 8,46% no mês. 

Até agosto, o saldo líquido da conta de viagens ficou negativo em US$ 7,876 bilhões. Para 2019, o BC estima um déficit de US$ 12 bilhões.

 

Tudo o que sabemos sobre:
turismobalança comercial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.