Conta sem pagamento da CPMF começará a valer no segundo semestre

A conta investimento, que permitirá ao investidor trocar de investimento sem pagar CPMF, deverá estar pronta até o fim de junho e também permitirá transferir aplicações de uma instituição financeira para outra sem pagar o imposto. As informações foram dadas pelo diretor de política monetária do Banco Central, Luiz Augusto Candiota, em reunião com o Comitê de Política Monetária da Associação Nacional da Instituições de Mercado Aberto (Andima) na sexta-feira em São Paulo, disse hoje o presidente do comitê, Marcos Sudano. De acordo com ele, o diretor do BC afirmou que haverá isonomia tributária entre as aplicações, mas não detalhou como ela será feita.O diretor do BC reafirmou as prioridades do governo na administração da dívida pública em reduzir a parcela indexada ao câmbio e aumentar a participação dos títulos prefixados. Ele disse ainda que o BC será firme na condução da política monetária este ano porque acredita que, com a inflação dentro da meta, o crescimento econômico no ano que vem será maior que o de 3,5% previstos para este ano.Candiota disse também que a taxa de juros real de 6% ao ano geralmente usada por fundos de pensão e pelo mercado para cálculos de longo prazo no Brasil "é muito alta" para uma economia estabilizada. "Ele comparou com outros países, mas nem precisava. Basta lembrar que os Estados Unidos estão com juro real negativo há dois anos", disse Sudano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.