coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Contas públicas têm superávit primário de R$ 2,9 bi

As contas do setor público consolidado fecharam o mês de maio com um superávit primário de R$ 2,978 bilhões. Esse é o pior resultado primário apurado no ano pelo setor. O governo central (Tesouro Nacional, Previdência e Banco Central) contribuiu com R$ 1,848 bilhão para o superávit do mês passado. Os governos regionais (Estados e municípios) tiveram por sua vez um resultado superavitário de R$ 1,348 bilhão, sendo que somente os Estados contabilizaram um superávit primário em maio de R$ 1,327 bilhão. As empresas estatais tiveram um déficit primário de R$ 218 milhões no mês passado. As estatais federais registraram um déficit de R$ 258 milhões e as municipais um déficit de R$ 33 milhões. As estatais estaduais, entretanto, registraram um superávit primário em maio de R$ 72 milhões, de acordo com os dados divulgados pelo Departamento Econômico (Depec) do Banco Central (BC).

Agencia Estado,

27 de junho de 2002 | 11h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.