Contato da Itália sobre TIM é normal, diz ministro

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, considerou normal os contatos de autoridades do governo italiano na tentativa de discutir a situação da TIM, uma das três operadoras punidas pela Anatel. "O que tivemos foi que a embaixada italiana ligou no Ministério. Normal, são nossos amigos, são servidores do governo italiano, representam o país aqui", afirmou o ministro. Segundo ele, o presidente mundial do Grupo Telecom Itália também ligou para o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, no Palácio do Planalto.

RAFAEL MORAES MOURA, Agencia Estado

24 de julho de 2012 | 15h58

"Achamos absolutamente normal. A TIM recorreu à Justiça, felizmente o juiz entendeu as razões da Anatel e não deu liminar. O que estamos dizendo é o seguinte: a TIM, no Brasil, para todos os efeitos constitucionais e legais, ela é uma empresa nacional, tem capital italiano, deve ter capital de outros países, mas é uma empresa nacional, está sujeita às normas nacionais, assim como a Oi, a Claro e a Vivo", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
operadorassuspensãoTIMBernardo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.