(AP Photo/Pablo Martinez Monsivais)
(AP Photo/Pablo Martinez Monsivais)

Continuaremos a ser duros, diz líder do Canadá sobre negociação com Trump

Primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, afirma, contudo, que acordo sobre Nafta ainda é possível

O Estado de S.Paulo

27 Setembro 2018 | 15h09

OTTAWA - O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, disse nesta quinta-feira, 27, que o governo de Donald Trump está frustrado com o processo de renegociação do Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, na sigla em inglês) porque "os canadenses são negociadores duros, como deveríamos ser". 

Trudeau conversou com repórteres antes de uma reunião ministerial matutina e no dia seguinte a comentários de Trump, que se disse "muito infeliz" com o Canadá e com o "estilo de negociação" canadense durante as negociações do Nafta.

Em breves comentários em Ottawa, Trudeau reiterou que "um acordo bom e justo" do Nafta ainda é possível. Ele não elaborou nem respondeu a perguntas antes de ir para a reunião de gabinete. 

O governo Trump pretende aumentar a pressão sobre o Canadá ao publicar nesta semana o esboço de um Nafta que inclui apenas os EUA e o México. 

As negociações entre Ottawa e Washington estagnaram após semanas de conversas, e a decisão de publicar o texto do acordo preliminar entre americanos e mexicanos indica que os EUA desistiram de chegar a um acordo com os canadenses antes do prazo do fim deste mês. / DOW JONES NEWSWIRES 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.