Continuaremos com a política de desvalorização do real, diz Mantega

Ministro afirmou que não há como saber qual será o câmbio em 2013; ‘é difícil, e mesmo se soubesse não falaria aqui; o que eu posso garantir é que o real continuará competitivo’, disse    

Adriana Fernandes e Renata Veríssimo, da Agência Estado,

30 de agosto de 2012 | 18h33

BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, garantiu que a política cambial do governo continuará muito ativa em 2012 e 2013.

Ele disse que não há como saber qual será o câmbio em 2013. "É difícil, e mesmo se soubesse não falaria aqui. O que eu posso garantir é que o real continuará competitivo e continuaremos com uma política de desvalorização do real, de modo a mantê-lo competitivo", disse. Segundo Mantega, o governo continuará comprando divisas e atuando no mercado de derivativos e à vista. "Estamos atentos e vigilantes", frisou.

Ele disse que essa política vai continuar porque a guerra cambial ainda não terminou. "Temos defasagem de câmbio", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
PIBMantegaprevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.