Contribuinte tem até dia 28 para regularizar CPF

A Receita Federal informou hoje que vai cancelar no final deste mês o Cadastro de Pessoa Física (CPF) dos contribuintes que não entregaram a declaração de ajuste anual do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) ou a declaração anual de isento nos dois últimos anos. Segundo a Receita, cerca de 10 milhões de pessoas estão nessa situação e terão o CPF cancelado caso não façam a regularização até o dia 28 de fevereiro.Para evitar o cancelamento, o contribuinte que estiver nessa situação deverá procurar uma agência do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou dos Correios e solicitar o pedido de regularização, que tem custo de R$ 4,50. Aqueles contribuintes que entregaram a declaração em 2000, mas não o fizeram em 2001, terão o número do seu CPF incluído no cadastro como pendentes de regularização.O contribuinte que não precisou fazer a declaração de ajuste anual do IRPF é obrigado a entregar à Receita a declaração anual de isento. Dessa forma, todo o detentor de CPF ou está sujeito a fazer a declaração de ajuste anual do IRPF ou a de isento.Sem o CPF, a pessoa não pode receber aposentadoria, comprar a crédito, assinar financiamento habitacional, fazer seguro, inscrever-se em concurso público, tirar passaporte, participar de empresas, receber prêmios de loterias, requererer certidão negativa ou de regularidade fiscal de imóvel rural junto à Receita Federal, entre outras coisas. Para saber a situação cadastral do seu CPF, o contribuinte pode acessar a página da Receita Federal na Internet (ver link abaixo). Basta procurar pelo link Cadastros CPF e CNPJ e, em seguida, acessar o link específico do CPF.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.