Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Controlador avalia fechar capital da Gol e ação dispara

Papéis da empresa perderam mais de 46% de seu valor desde queda do vôo 1907

Reuters,

19 de setembro de 2007 | 14h19

A Gol anunciou nesta quarta-feira que seu controlador, o Fundo de Investimento Asas, estuda várias alternativas para sua participação, incluindo uma recompra de ações ou oferta pública para fechar o capital da companhia aérea.  "O acionista controlador ainda não tomou qualquer decisão e poderá realizar ou não realizar uma oferta pública de cancelamento de registro ou qualquer outra operação", informou a Gol em comunicado ao mercado.  A empresa não informa as razões que motivaram os estudos, mas as ações da companhia estão em queda livre desde setembro do ano passado, quando a crise no setor aéreo começou.  Os papéis da Gol perderam mais de 46% de seu valor entre 28 de setembro de 2006, um dia antes da queda do vôo 1907 da empresa que matou 154 pessoas, e a véspera.  Porém, às 14h11 desta quarta-feira, as ações da companhia disparavam 7,72%, para R$ 43,70, enquanto o Ibovespa - índice que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa - subia 1,19%.  Potencial "Essa alta (nas ações da Gol) é mais em função do que o papel caiu durante a crise aérea", disse o analista Daniel Lemos, da Socopa Corretora.  "A idéia é que ele (controlador) acha que o papel está muito barato e nesses níveis de preço não é justo continuar no mercado", afirmou Lemos. Ele recomenda compra dos papéis da companhia, com preço-alvo em R$ 63, o que corresponde a um potencial de valorização de cerca de 55%, levando-se em conta o fechamento de terça-feira.  Situação da empresa No segundo trimestre, a Gol registrou queda de 67,45% o lucro antes de juros, impostos, depreciação, amortização e aluguel de aeronaves (Ebitda, na sigla em inglês) em relação ao mesmo período do ano passado, para 72,2 milhões de reais. O balanço foi impactado pela compra da Varig em abril.  No início de julho, a empresa reduziu seu plano de frota, citando condições do mercado aéreo brasileiro.  Representantes da Gol não estavam imediatamente disponíveis para falar sobre o anúncio.

Tudo o que sabemos sobre:
GolAçõesBovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.