Conversas com o FMI começam em janeiro

O Estado de S.Paulo

23 de dezembro de 2011 | 03h06

O ministro de Economia da Hungria, Gyorgy Matolcsy (foto), afirmou ontem que conversas formais com o Fundo Monetário Internacional (FMI) e a União Europeia devem recomeçar em meados de janeiro. A informação contradiz os comentários dos representantes da UE, que disseram que as conversas seriam informais. O objetivo do governo é uma linha de crédito preventiva. Matolcsy reafirmou que o país precisa de uma rede de segurança financeira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.