Coordenador da Fipe não crê em aumento no preço de produto agrícola

Contrário aos analistas do mercado financeiro, o coordenador da Pesquisa de Preços da Fipe, Heron do Carmo, descartou o que já parece preocupar alguns economistas: o repasse do aumento dos preços agrícolas no atacado para o varejo. "Os movimentos de preços verificados no atacado não chegam no varejo com a mesma intensidade porque o peso dos agrícolas no atacado é muitomaior que no varejo", diz o economista.Além disso, diz Heron, no varejo, o produto colocado à venda é processado. "Agrega-se valor no produto, mas este valor está mais relacionado à mão-de-obra, que não tem aumentado muito", defende o economista da Fipe.Ele acrescenta ainda que a inflação do varejo terá ainda como freio a perda de renda do consumidor e a necessidade de o setor produtivo alavancar suas vendas. "A inflação que temos agora decorre de reajustes de tarifas públicas efeitos sazonais. Não temos nenhuma pressão à vista no cenário além destas", diz Heron do Carmo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.