finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Copel e Light têm interesse em programa de capitalização

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) informou hoje que está estudando as condições de acesso ao programa de capitalização das empresas do setor elétrico. A Copel disse que não tem uma decisão formalizada, mas confirmou seu interesse no programa. A empresa também observou, por meio de sua Assessoria de Imprensa, que aguardava o detalhamento das regras para avaliar a questão de maneira mais efetiva.A Copel encerrou o segundo trimestre do ano com um endividamento total de R$ 1,954 bilhão, o que representa 39,1% sobre o patrimônio líquido. Deste total, R$ 873,3 milhões eram em moeda estrangeira, sendo R$ 56,2 milhões no curto prazo. Em moeda nacional, a Copel somava endividamento de R$ 1,080 bilhão, com R$ 88,1 milhões no curto prazo. Light analisa programaJá a Light divulgou comunicado informando que "está iniciando os trabalhos de análise e avaliação dos benefícios do referido programa (de capitalização, com vistas a obter elementos para a tomada de decisão pelos seus acionistas". A empresa diz que manterá o mercado informado sobre todas as decisões tomadas a esse respeito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.