Copom e dados econômicos são destaque na próxima semana

As atenções do mercado financeiro estarão voltadas na próxima semana para a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que decidirá na quarta-feira, dia 20, qual será o patamar da taxa de juros básica da economia - a Selic - a vigorar até setembro. As apostas das instituições e empresas consultadas pelo BC semanalmente são de mais um corte de 1,5 ponto porcentual na meta da taxa Selic. Se essa posição for confirmada pela diretoria colegiada do BC, o juros básico da economia brasileira cairá de 24,5% ao ano para 23% ao ano.Outro assunto que também mexerá com o mercado é o início da rolagem dos vencimentos de instrumentos cambias do mês de setembro, que será iniciada pelo Banco Central no mesmo dia em que for divulgada a nova Selic. Pelo cronograma do Departamento de Operações do Mercado Aberto (Demab) do BC, vencerão em setembro US$ 2,414 bilhões em títulos cambiais. O primeiro vencimento acontece no dia 1º (US$ 930 milhões) e o segundo no dia 17 (US$ 1,484 bilhão). Pelas regras definidas pela diretoria de Política Monetária, o primeiro leilão de rolagem deverá acontecer na quarta-feira, dia 20. Junto a esses dois temas, o governo inicia na próxima semana a série de divulgações de dados econômicos do mês. Na quarta-feira, o Tesouro Nacional e o BC estarão apresentando os dados de fechamento da dívida mobiliária federal em julho. Na quinta-feira, dia 21, será a vez da divulgação das contas externas brasileiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.