Copom está certo em elevar juros, diz Bernardo

'BC está fazendo o papel fundamental de manter a inflação sob controle', afirma ministro

Fabio Graner, da Agência Estado,

29 de abril de 2008 | 16h14

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, defendeu nesta terça-feira, 29, a alta na taxa básica de juros, a Selic, promovida pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Segundo ele, a aceleração inflacionária, que está se refletindo também nas expectativas do mercado, que já projeta inflação acima de 4,5%, justifica o movimento de elevação dos juros. "O BC está fazendo o papel fundamental de manter a inflação sob controle, o que é fundamental para o crescimento e para a inclusão", disse.   Veja também: Compare a  Selic com os juros de empréstimos pessoais   Ele afirmou ainda que a ação do Banco Central visa corrigir excessos e não provocar uma descontinuidade do crescimento. Segundo ele, o governo continua projetando a expansão do PIB em 5% e está trabalhando, por meio da política industrial, para estimular investimentos e exportações. "O objetivo é continuar crescendo sem inflação", disse.   Alimentos   O ministro disse ainda que o Brasil é o país com melhor condições de elevar a produção de alimentos. Em exposição na comissão Mista de Orçamento, o ministro disse que acredita que é possível estimular a produção de alimentos e assegurou que o governo tem atuado nesta direção.

Tudo o que sabemos sobre:
JurosCopomPaulo Bernardo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.