Copom: investimento é insuficiente para conter demanda

A ata da reunião de dezembro do Copom avalia que os investimentos realizados para o aumento da capacidade de produção da indústria não estão sendo suficientes para fazer frente à elevação da demanda e conseqüente alta do uso da capacidade instalada. "Os dados mais recentes sugerem que, embora o volume de investimento venha contribuindo para suavizar a elevação das taxas de utilização da capacidade, ele não tem sido suficiente para conter tal processo", cita o texto divulgado hoje, no 8º parágrafo.O documento destaca o nível recorde do Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) da indústria de transformação, que atingiu o recorde histórico de 83,1% em outubro na comparação dessazonalizada. Em setembro, estava em 82,3%, conforme dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O texto cita que, sem o ajuste sazonal, o nível do NUCI em outubro é 2,2 pontos porcentuais superior ao registrado em outubro de 2006. No documento, os diretores do BC afirmam que é "fundamental" que haja aceleração do investimento para evitar o "aprofundamento dos descompassos" entre a oferta e a demanda. "Tendo em vista o comportamento recente do NUCI, a aceleração dos projetos de investimento e, principalmente, a sua maturação tempestiva serão fundamentais para evitar o aprofundamento dos descompassos entre a evolução da oferta e da demanda doméstica", cita o texto.A avaliação de dezembro é diferente da observada em outubro, quando os diretores do BC não usaram a expressão "aprofundamento" e se referiam ao descompasso entre oferta e demanda apenas como uma possibilidade. Naquela ocasião, o texto citava que o investimento "será fundamental para evitar descompassos relevantes".O tema também foi tratado no parágrafo 21 do documento. Para os diretores do BC, "a redução consistente do descompasso entre o ritmo de ampliação da oferta de bens e serviços e o da demanda torna-se ainda mais relevante na avaliação das possibilidades que se apresentam para a política monetária".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.